Mudança no Brat surpreende motoristas

Informe-se aqui a respeito das principais leis de trânsito. Saiba tudo sobre o Código Brasileiro de Trânsito, infrações, multas, recursos, alterações no carro que são ou não permitidas, etc.
Moderadores: Clovisbn SE/SP, Organizadores do Fórum
Responder
Publicidade
Avatar do usuário
WJUNIOR
:: Moderador ::
Mensagens: 1624
Registrado em: Sábado 02 2007f Junho 2007 08:55:23 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CLASSIC CLASSIC LS 1 0 VHC FLEXPOWER
Ano de fabricação: 2012
Contato:

Mensagem por WJUNIOR »

Primeiro dia da norma que tira PMs do local de acidentes de trânsito sem vítimas revela falta de informação
Imagem


Acidente entre caminhão e um Honda Civic no acesso ao Elevado do Joá: motoristas não sabiam que deveriam fazer registro por conta própria
MARCELO CARNAVAL / O GLOBO

RIO - Dúvidas e incertezas marcaram o primeiro dia sem a presença de policiais militares nos locais de acidentes de trânsito sem vítimas no estado do Rio. A norma que entrou na quinta-feira em vigor pegou motoristas de surpresa e provocou questionamentos quanto à efetividade da medida. Agora, nesse tipo de acidente, a Polícia Militar não irá mais ao local para a confecção do Boletim de Registro de Acidente de Trânsito (Brat). São os motoristas que devem ir a um posto policial ou batalhão para o registro.


A PM garante que a mudança veio no momento certo, já que, segundo o tenente-coronel Oderlei Santos, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), em dezembro, muitos veículos vão para as ruas e estradas, e, por isso, o policiamento ostensivo precisa de reforço.
Na manhã de quinta-feira, um caminhão e um carro se chocaram no acesso ao Elevado do Joá, na Barra da Tijuca, e nenhum dos envolvidos no acidente sabia da mudança. O contador Emmanuel Macedo explica que ligou para o 190 após a batida:

— Não sabia da mudança. O 190 nos orientou a procurar o batalhão e fomos ao posto da PM no Largo da Barra. Foi rápido. Mesmo assim, preferiria que o Brat fosse feito na pista. Agora, é a minha versão contra a do outro condutor. Levei foto da cena do acidente já desfeita.

O tenente-coronel Oderlei Santos garante que o objetivo é facilitar a vida dos motoristas:

— Pedimos calma aos motoristas. Ligando para o 190, eles serão orientados a procurar um posto da PM ou o batalhão mais próximo. Se o veículo estiver danificado, é preciso chamar um reboque. No posto, poderão pegar a cópia do Brat em até cinco dias úteis. Já no batalhão, leva-se o boletim no mesmo dia.

Santos orienta os motoristas ainda a, se possível, tirar fotos do local do acidente, mostrando a
placa do outro veículo envolvido. Caso contrário, o militar orienta a anotar a placa do outro carro e procurar a PM.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) tem um Disque-Reboque para retirar veículos das pistas: 0800 282 8664.

Também envolvido no acidente no acesso ao Elevado do Joá, o caminhoneiro Marcos Rodrigues disse que o Brat poderia ser pego em 48 horas no batalhão do bairro. Ele se sentiu inseguro com a nova norma.

— O agente chegava ao local do acidente e avaliava os danos exatamente para evitar o disse me disse — criticou.

Outro acidente, com dois táxis, ocorreu na manhã de quinta-feira no Viaduto 31 de Março, no Centro. Nesse caso, os envolvidos decidiram nem fazer o Brat num posto policial.

— Ligamos para o 190 e nos informaram que não seria enviada uma viatura ao local. Como fui o causador do acidente e assumi a responsabilidade, acionei a seguradora e tudo foi resolvido na hora mesmo — explicou o taxista Edilson Marcolino.

Dados pesquisados pelo Escritório de Análise Criminal do Estado-Maior Geral da PM mostram que, de janeiro a junho, a polícia atuou em 50.528 acidentes sem vítimas, fazendo uma média de 277 Brats por dia.

Para ajudar a PM, desde 2009, guardas municipais fazem o boletim em casos de acidentes sem vítimas na cidade. Ontem, o superintendente da Guarda Municipal, coronel Lima Castro, garantiu que não mudará a forma de atuação dos agentes na tarefa. Ele disse que quer aprimorar o serviço dando 20 palmtops para os agentes. A ideia é usar o acessório para iniciar o Brat. Se o motorista preferir, poderá concluí-lo em casa pela internet. Lima Castro ressaltou, no entanto, que a guarda tem menos recursos do que a PM. Até setembro, a guarda fez 2.646 Brats.

Especialistas criticam a mudança e falta de divulgação
Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, até 1º de julho de 2011, do total de 10.427 acidentes nas rodovias do estado, 7.716 (74%) foram sem vítimas.

O promotor de Justiça e especialista em direito de trânsito Ricardo Zouein criticou a mudança e sua implantação no fim do ano:

— É inaceitável que o poder público deixe aos particulares a solução do conflito de trânsito. É mais grave ainda por essa norma entrar em vigor em dezembro, quando o trânsito fica caótico com as compras de Natal.

O advogado especialista em responsabilidade civil José Durval Fagundes também é contrário à norma:

— Além de o estado passar equivocadamente a responsabilidade aos cidadãos, não houve divulgação da norma. Há total falta de informações.


Leia mais sobre esse assunto em

http://oglobo.globo.com/transito/mudanc ... z1fUnKfOcV


Clique na foto abaixo p/ conhecer meu Classic LTZ personalizado:Imagem
Publicidade

Avatar do usuário
awaked
:: Moderador ::
Mensagens: 10832
Registrado em: Terça-feira 01 2011f Março 2011 02:26:17 PM
Localização: Curitiba - PR
Modelo do veiculo: CORSA HATCH MAXX 1.4 ECONOFLEX
Ano de fabricação: 2011

Mensagem por awaked »

Putz, que droga... aí vem um safado, pilantra, sem vergonha, irresponsável... causa o acidente e pra provar que a culpa foi dele? Por favor o que é isso?

Hoje mesmo numa rotatória, o cara entrou na minha frente, quase bateu e reclamou que tinha placa de pare pra mim!!! Pombas, eu estava transitando dentro dela já!!! Aliás, tem placa de pare pra todas as entradas de uma rotatória!

Como provar que a cagada foi do outro? Claro que o cara vai negar!


Publicidade

Avatar do usuário
WJUNIOR
:: Moderador ::
Mensagens: 1624
Registrado em: Sábado 02 2007f Junho 2007 08:55:23 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CLASSIC CLASSIC LS 1 0 VHC FLEXPOWER
Ano de fabricação: 2012
Contato:

Mensagem por WJUNIOR »

Uma Solução seria que todos conhecessem o Manual de Direção Defensiva do DENATRAN

http://www.vias-seguras.com/comportamen ... l_denatran


Clique na foto abaixo p/ conhecer meu Classic LTZ personalizado:Imagem
Publicidade

Avatar do usuário
awaked
:: Moderador ::
Mensagens: 10832
Registrado em: Terça-feira 01 2011f Março 2011 02:26:17 PM
Localização: Curitiba - PR
Modelo do veiculo: CORSA HATCH MAXX 1.4 ECONOFLEX
Ano de fabricação: 2011

Mensagem por awaked »

Kkkkk... boa... mas infelizmente 90% do motorista esquecem disso muito rápido.
Devia ser obrigatório a realização de uma prova de conhecimentos anual. Iria obrigar os motoristas a lerem mais.


Publicidade

Ricardo Izidoro
:: Wind ::
Mensagens: 3
Registrado em: Domingo 21 2012f Outubro 2012 01:06:42 AM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA (DEMAIS)
Ano de fabricação: N/I

Mensagem por Ricardo Izidoro »

:o Realmente isso eh uma VERGONHA!!
to indignado com isso tudo, ontem um pilantra embriagado porrou na traseira do meu carro, jah q nao teve vitima a PM nao pode fazr nd, nem eu falando que minha esposa ta gravida de 8 meses e nem expondo a situação da embriagues e alteração do individuo...(ta uma bagunça, a violência vai aumentar e esses embriagados vao atropelando e matando pessoas que nao tem nd a ver)
e agora, como eu fico?!?!
como vou provar q esse fd... tava embriagado msm, vai ser minha palavra contra dele.
.
.
:o Se alguém tiver algum comentário, site falando sobre essa Lei mal planejada...
Todos podemos passar por uma situação dessas, vamos tocar essa hlera!!
d antemão agradeço ...


Publicidade

Responder

Voltar para “Leis de Trânsito”

Publicidade