Agosto de 2005 - Jornal da Tarde

O Corsa Clube do Brasil é hoje um dos mais reconhecidos e respeitados clubes de automóveis do país. A presença marcante do clube em vários eventos e a comunidade de amigos que representa fez com que fosse manchete em diversos artigos e reportagens na mídia especializada em automóveis e tuning. confira alguns desses artigos e reportagens.
Responder
Avatar do usuário
Wilson
:: Administrador ::
Mensagens: 2706
Registrado em: Segunda-feira 03 2003f Novembro 2003 05:50:44 PM
Localização: São Paulo - SP
Modelo do veiculo: CORSA GSI 16V
Ano de fabricação: 1996

Agosto de 2005 - Jornal da Tarde

Mensagem por Wilson »

DO QUE AS MULHERES GOSTAM... NO TUNING

Assim como os homens, elas podem desenvolver a mesma paixão pela personalização de carros. Mas seguem caminhos um pouco diferentes. São texturas,
cores e acessórios específicos, que já movimentam um novo nicho desse mercado


MARIANA FARACO

A técnica de laboratório Aline Diório, de 20 anos, e o noivo, o jornaleiro Adriano Duarte, de 21, escolheram o mesmo modelo de carro para
personalizar: um Corsa. Mas, enquanto ele se preocupou em comprar DVD, rebaixar a suspensão e colocar chip de potência no motor, ela voltou as
atenções para a combinação de cores, máscara negra para os faróis, spoiler e bonequinhos para enfeitar o painel. O exemplo não é regra, mas as
mulheres cada vez mais buscam o próprio jeito de personalizar.

“Homem geralmente mexe em tudo, mas dá mais importância ao motor”, acredita Duarte. Aline concorda: “Acho que os carros de meninos têm visual mais
agressivo, enquanto nos das mulheres há uma preocupação maior com a beleza”, diz ela, que quer a personagem Lilica identificando seu carro.

A procura feminina por acessórios e padrões que as diferenciem do tuning masculino já movimenta o mercado. Há lojas que oferecem, entre os materiais
para personalização, plumas e até pelúcia.

Aliás, foi com esse material que o porta-malas do Celta de Mônica Moreno, 36 anos, foi forrado. “Os
homens não gostam de pelúcia, mas acho que fica bonito, assim como o bafo-de-dragão, que vejo bastante em carros de mulheres”, diz Mônica. “A gente
pensa dez vezes antes de usar uma cor. É como se decorássemos o carro”, diz.

A fabricante de acessórios Shutt lançou há dois anos a linha “pink”, com manoplas, volante e pedaleiras na cor rosa. Agora, estuda criar equipamentos
em tons mais ao gosto feminino, como verde-água e azul-claro. “Não achávamos que os acessórios rosa pudessem fazer tanto sucesso. Lançamos como uma
série limitada, mas a experiência foi tão positiva que decidimos continuar”, conta o gerente de Marketing da Shutt, Eric Inafuku.

Quando começou a personalizar seu Ford Ka, a vendedora Carla Foschini, de 21 anos, cansou de ouvir risadas de vendedores ao dizer que procurava
acessórios cor-de-rosa. Foi uma das primeiras a adquirir o kit da Shutt nessa cor. “Consegui também neon e angel eyes rosa. Hoje várias meninas também
têm”, conta Carla, que possui um desenho da personagem Penélope Charmosa no motor do carro. Mas, ao contrário de Aline, ela pretende envenená-lo
embreve. “Quero colocar turbo”, avisa.

“Alguns homens exageram tanto na personalização que fica até grotesco. Mas também não gosto de parecer ‘fru-fru’”, diz Carla, que quer mostrar que é
“menininha, mas nem tanto”. “Ao mesmo tempo que meu carro tem detalhes em rosa, há um adesivo tribal.”



Imagem
Lika e Pescador, do Corsa Clube do Brasil

Imagem
Carla Foschini lutou para conseguir o kit da Shutt na cor “pink” e o desenho de Penélope Charmosa...

Imagem
... quer colocar turbo no Ka, mas não liga para a suspensão


Imagem
Mônica Moreno

Imagem
Mônica forrou o porta-malas do Celta com um material que poucos homens ousariam copiar: pelúcia
Responder
  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Exibições
    Última mensagem

Voltar para “Na Mídia”

BETNACIONAL
Esportes da Sorte
PIXBET