Básico de freio traseiro

Dúvidas sobre os sistemas de câmbio, direção, freio e suspensão do Corsa. Discos, tambores, cabos, pinças, sistema ABS, molas e amortecedores. Suspensão a ar, rosca, relações de marcha, etc.

Moderadores: awaked, José Leal, Organizadores do Fórum

Responder
Avatar do usuário
Fernando 4100
:: Piquet ::
Mensagens: 380
Registrado em: Sexta-feira 08 2007f Junho 2007 02:24:13 AM
Localização: Tenente Portela - RS
Modelo do veiculo: CORSA GL 1.6 MPFI 4P
Ano de fabricação: 1996
Contato:
Re: Básico de freio traseiro

Mensagem por Fernando 4100 »

Bange escreveu: Sexta-feira 08 2022f Julho 2022 03:44:13 PM Outro ponto é que fica difícil de dentro do carro (pisando) ver o momento de parar, que seria aquele em que o fluido novo (límpido) começa a sair e se misturado ao velho, só pela transparência ao longo da mangueirinha, pois na "garrafa" ficaria difícil pela mistura com o velho... isso vai requerer diversas saídas para monitorar.
Indiscutível. Quanto mais mãos e olhos, melhor e mais rápido. A questão é que dá pra se virar sozinho. :mrgreen:
Bange escreveu: Sexta-feira 08 2022f Julho 2022 03:44:13 PM Quanto a redução do nível do reservatório, concordo em parte...se por um lado diminuí-se as pisadas, por outro vejo menos eficiência para levar eventualmente o ar/sedimentos para fora do sistema, principalmente nos percursos mais longos da parte traseira, além do que aumenta-se o risco de faltar fluido e ocasionar a entrada de ar no sistema.
Acho que não fui claro. Você tira o fluido velho quase todo do reservatório (com a seringa), e já o preenche com fluido novo antes mesmo de abrir o sangrador e iniciar o procedimento, entendeu? Porque não tem necessidade alguma de você fazer aquele conteúdo do reservatório sair pelo sangrador se você pode sugá-lo. Dessa forma só vai precisar bombar pra sair o que tá dentro do próprio cilindro e das linhas de freio, e isso diminui drasticamente a quantidade de pisadas.
Bange escreveu: Sexta-feira 08 2022f Julho 2022 03:44:13 PM De qualquer forma, também concordo que seja possível de ser executado de maneira "solo", correndo-se algum risco ou alguma perda na eficiência do procedimento, maior do que com a ajuda de um "pisador"... eu só executaria dessa forma na falta absoluta de um "pé santo".
Nunca tive qualquer problema, e já fiz até em carros de pista e veículos de carga. Mas lógico que com ajuda é melhor, muito do que faço não consigo nem mesmo filmar pra demonstrar porque até pra isso um ajudante seria bem vindo. Ponho a gopro na cabeça, mas ela não atende 100% das necessidades.

Enfim, apesar do diálogo totalmente desnecessário que eu criei, o serviço, a explicação e o detalhamento ficaram ótimos. E infelizmente, o pessoal prefere pagar polimento semanal ao invés de ao menos checar os freios do seu carro... :roll:


Omega CD 4.1
Corsa 1.6 + C60 + T96 + UNM...
Uno Smart

Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4496
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Re: Básico de freio traseiro

Mensagem por Bange »

É fase meu caro... na minha época eu tinha um Brasília (bege, não amarela), e sábado sim e o outro também, era lavando por dentro, por fora + cera... e regulando os malditos carburadores... sem falar no equalizador Tojo com o não menos famoso TKR, tocando as últimas gravações em fita K7 de ferro cromo da TDK... não me arrependo, rendeu muito caldo de saia... :)

Finalizando...

Retirada da graxa velha, colocação de nova graxa nos rolamentos interno e externo à campana da roda...
Imagem

Imagem
Imagem

Montagem final... e posteriormente sangria... com "pé santo"...
Imagem

Ah... ainda teve uma regulagem do freio de mão, que agora nem chega na altura dos bancos...

Dicas:
Quanto ao aperto da porca castelo... apertar firmemente com a mão até o encosto final e com a chave 24, não dar mais que 1/2 volta conferindo a folga que tem que ficar zerada... aperto de mais, ocasionará pressão excessiva, aquecimento e destruição do(s) rolamento(s) ou pista no eixo... de menos irá gerar barulho, desgaste irregular e precipitado no(s) rolamento(s) ou eixo.
Se não houver coincidência do furo do eixo com a porca castelo para entrada da cupilha, gire a porca na menor direção possível (esquerda ou direita), para a entrada da cupilha, e antes de entortar a cupilha, verifique se a folga continua zerada, corrija se necessário e tampe com o guarda pó.
Ao girar a campana com a mão, é possível ouvir um arrasto... isto é normal devido as lonas novas... este efeito sairá em poucos quilômetros rodados.
Ao trocar o óleo (geralmente em casas de óleo/mecânico, o carro é suspenso no elevador), gire bem forte as rodas traseiras com a mão... se ouvir um barulho como se fosse areia sendo moída, seu rolamento (não importa se interno ou externo), ou a ponta de eixo, foi pro saco... usando um "estetorcópio" de mecânco (chave de fenda/philips), se ouvirá o barulho bem melhor.

Avatar do usuário
gtmski
:: Rodeio ::
Mensagens: 630
Registrado em: Sábado 10 2010f Julho 2010 11:52:37 PM
Localização: São Paulo - SP
Modelo do veiculo: CORSA PICK-UP
Ano de fabricação: 2001

Re: Básico de freio traseiro

Mensagem por gtmski »

Valeu pelas dicas, belo tópico

Responder

Voltar para “Direção, Transmissão, Freios e Suspensão”