[TUTORIAL] - Corsa EFI Aceita Preparação?

Faça você mesmo as instalações e manutenções em o seu Corsa.

Moderadores: andre pirituba, SemControle, Organizadores do Fórum

Avatar do usuário
Wilson
:: Administrador ::
Mensagens: 2264
Registrado em: Segunda-feira 03rd 2003f Novembro 2003 04:50:44 PM
Localização: São Paulo - SP
Modelo do veiculo: CORSA GSI 16V
Ano de fabricação: 1996
Contato:

[TUTORIAL] - Corsa EFI Aceita Preparação?

Mensagempor Wilson » Terça-feira 05th 2011f Abril 2011 10:52:16 PM

Não há carro que não possa ser preparado: tudo é uma questão de capacidade técnica e conhecimento para realizar a preparação. A lenda de que carros com injeção não podiam ser retrabalhados surgiu nos primeiros anos em que a injeção desembarcou no Brasil, quando os preparadores ainda não sabiam como ajustá-la para funcionar com o veneno. A troca da injeção por um carburador só trará desvantagens. O carburador exige maior manutenção, é menos confiável e mais sujeito a desgaste e falhas de alimentação que a injeção.

Os motores Chevrolet EFI (injeção monoponto) já são bastante conhecidos dos envenenadores brasileiros, que possuem uma diversa gama de desenvolvimentos aspirados, turbo e nitro para esses motores.
Para instalar turbocompressor é necessário remapear a injeção ou recorrer a formas alternativas de adaptação da injeção, como caixas de controle paralelas, bicos injetores adicionais ou "engano" dos sensores da injeção. Com a central eletrônica devidamente adaptada ao turbo, não deve haver problemas de funcionamento do motor e os resultados serão melhores que os obtidos com a troca da injeção pelo carburador. Adotar um comando mais bravo também requer a readaptação da injeção para perfeito funcionamento, mas as alterações serão menores que com o turbo.

Imagem

À direita as curvas de potência e de torque estimadas para o Corsa 1,4-litro original (em azul), com comando bravo (em verde) e com turbo a 0,8 kg/cm2 (em vermelho)

Simulamos para o corsa a troca do comando por um de 15° a mais de tempo de abertura e 0,5 mm a mais de levantamento das válvulas, assim como um turbo com intercooler e pressão de 0,8 kg/cm². Este é o desempenho estimado:

Corsa 1,4 litro

Potência máxima
Original 60 cv
Comando 66 cv
Turbo 114 cv

Rotação de potência máxima
Original 5200 rpm
Comando 5450 rpm
Turbo 5200 rpm

Velocidade máxima
Original 156 km/h
Comando 161 km/h
Turbo 193 km/h

Rotação à velocidade máxima
Original 5100 rpm
Comando 5260 rpm
Turbo 6310 rpm

Aceleração de 0 a 100 km/h
Original 14,0 s
Comando 12,8 s
Turbo 7,4 s

Torque máximo
Original 11,1 mkgf
Comando 10,5 mkgf
Turbo 21,0 mkgf

Rotação de torque máximo
Original 2800 rpm
Comando 2900 rpm
Turbo 2800 rpm

Alteração recomendada na relação de transmissão
Original -
Comando 3,3 % mais curto
Turbo 21,5 % mais longo

Aumento recomendado na injeção de combustível
Original -
Comando -
Turbo 66,7 %

Aceleração longitudinal no interior do veículo
Original 0,44 g
Comando 0,49 g
Turbo 0,84 g

A margem de erro é de 5% (para cima ou para baixo), considerando-se instalação bem-feita. Calculamos a aceleração de 0 a 100 km/h e a aceleração longitudinal máxima (sentida no interior do automóvel) a partir da eficiência de transmissão de potência ao solo do carro original. Para atingir os resultados estimados pode ser necessária a recalibragem da suspensão, reforços no monobloco e/ou o emprego de pneus mais largos. A velocidade máxima estimada só será atingida com o ajuste recomendado da relação final de transmissão. Os resultados de velocidade são para velocidade real, sem considerar eventual erro do velocímetro. A rotação à velocidade máxima é calculada considerando a relação atual de transmissão.

Algoritmo de simulação de preparação de motores desenvolvido pelo consultor
Iran Cartaxo, de Brasília, DF.

A troca do comando pelo especificado na simulação não reduz o torque de forma sensível. Esta deve ser uma preocupação no Corsa, que possui motor de pequena capacidade cúbica.
O turbo trará bons resultados , mas o ganho de potência com 0,8 kg/cm² é um pouco alto e demanda alterações na capacidade de frenagem e estabilidade dos carros. Considere a substituição dos freios, ajustes na suspensão e a troca dos pneus por mais largos. No Corsa são suficientes os 185/60 R 14 das versões de topo da linha.

Fonte:BCWS



Voltar para “Tutoriais”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante