Outubro de 2004 - Jornal Estado de Minas - Número 22948

O Corsa Clube do Brasil é hoje um dos mais reconhecidos e respeitados clubes de automóveis do país. A presença marcante do clube em vários eventos e a comunidade de amigos que representa fez com que fosse manchete em diversos artigos e reportagens na mídia especializada em automóveis e tuning. confira alguns desses artigos e reportagens.

Moderadores: DRRC, Organizadores do Fórum



Responder


Avatar do usuário
Wilson
:: Administrador ::
Mensagens: 2444
Registrado em: Segunda-feira 03 2003f Novembro 2003 04:50:44 PM
Localização: São Paulo - SP
Modelo do veiculo: CORSA GSI 16V
Ano de fabricação: 1996
Contato:

Outubro de 2004 - Jornal Estado de Minas - Número 22948

Mensagem por Wilson » Terça-feira 03 2010f Agosto 2010 04:37:51 PM

Imagem

CLUBES
Muita conversa, graxa e cerveja
Paixão por automóveis faz crescer associações ligadas a todo tipo de carro

Paulo de Morais Marcos Viera

Antigo, recém-lançado, modificado, V8, popular, nacional, importado ou luxuoso. Seja qual for a denominação, a certeza é de que todo carro desperta
interesse e conquista adeptos. Prova disso é a proliferação dos clubes em Belo Horizonte. São vários, todos com objetivos semelhantes: valorizar o
modelo que é objeto de admiração. Existem basicamente dois tipos de associações: as relacionadas a carros antigos são maiores e contam com associados
mais velhos e as que contemplam modelos de produção recente são normalmente compostas por jovens ligados na onda do tuning.

É neste segundo tipo que se enquadra o Fiat Clube BH, lançado há cinco meses pelo estudante de engenharia mecânica Fabrício Jabur. A associação conta
com 85 participantes, donos de vários carros da marca italiana, que se reúnem todo mês para correr de kart e trocar experiências sobre os carros. “A
idéia é manter uma amizade entre todos os participantes. Nos encontros, trocamos informações sobre os carros, indicamos lojas de acessórios e
mecânicos”, explica Fabrício. Um dos objetivos da associação é conseguir descontos para os integrantes em lojas de acessórios conveniadas.

A mesma linha segue o pessoal do Corsa Clube, que tem 40 integrantes em Belo Horizonte e é organizado pelo estudante Bruno Dutra. Nos encontros
mensais em postos de gasolina, os integrantes discutem sobre os carros, mostram modificações que cada um fez e trocam informações sobre lojas de
acessórios. “No mais, nós jogamos conversa fora e tomamos cerveja”, conta Bruno. Os dois estudantes também organizam em Belo Horizonte encontros do
clube Carros de Rua, agremiação multimarca que reúne principalmente adeptos da personalização de carros.

Antigos: Mas quem domina há mais tempo o cenário dos clubes de automóveis são os carros antigos, como o lendário Fusca. Há 15 anos, o besouro da
Volkswagen foi premiado com a fundação do Fusca Clube de Belo Horizonte. Segundo o presidente da associação, mais de 200 fãs estão cadastrados, mas
apenas 120 são considerados ativos. Eles se reúnem uma vez por mês em eventos onde a democracia tem lugar cativo. “Nos encontros vemos carros
originais, personalizados, rebaixados, pintados e alguns com aparelho de som de última geração”, diz o presidente da agremiação, Robinson Fernandes.


Os encontros acabam sendo uma boa oportunidade para quem procura restaurar o carro. “É uma comunidade com gente que sabe de muita coisa. Muitos sabem
quem tem os melhores serviços, os menores preços e as melhores peças. Isso poupa os associados de correr de oficina em oficina”, explica Robinson.

É a mesma situação que vive o Clube do V8, que também tem encontros mensais para trocar idéias sobre oficinas, reparadores e peças antigas. Um dos
colaboradores da associação, Ronaldo Ari de Miranda, avisa que o grupo tem a missão de arrebanhar cada vez mais amantes para os possantes V8. “Não
cobramos nada dos associados. A idéia é fazer o pessoal gastar nos carros, para chamar a atenção dos outros e juntar cada vez mais gente”, avisa.

Apoio: Todos os clubes apontam os encontros como um sucesso, mas o Clube do Carro Antigo de Bello Horizonte (grafado assim mesmo, como o nome da
capital na época de fundação) reclama da falta apoio do poder público para os eventos. “A idéia da preservação e manutenção de carro antigo é bem
difundida e atrai muitas pessoas. Mas temos muita dificuldade em organizar encontros em locais públicos. Acabamos dependendo do patrocínio de
empresas”, relata o fundador da entidade, Éder Roberto Gomes.

O clube conta com cerca de 120 integrantes, que pagam uma taxa mensal de R$ 10 para manutenção de informativo e confecção de brindes promocionais.

Serviço:

• Fiat Clube BH - geocities.yahoo.com.br/fajabur/clubefiatbh.html
• Clube Carros de rua - www.carrosderua.com.br
• Corsa Clube - www.corsaclube.com.br
• Fusca Clube de MG - Rua Mariano de Abreu, 670/101, Esplanada, BH. Fone: (31) 9628-7467
• Clube do Carro Antigo de Bello Horizonte - Avenida Afonso Pena, 398, sala 23, Centro, BH. (31) 9983-2781
• Clube do Puma de Minas Gerais - Rua Tuiuti, 933, Padre Eustáquio, BH. (31) 3412-8185
• Clube do Opala de Minas Gerais - www.opalaminas.com.br. Fones: (31) 3421-8344

Imagem
Encontro do clube Carros de Rua no último domingo, no bairro Gutierrez, reuniu modelos de várias marcas. Veículos turbinados e com apelo tuning são as estrelas da festa

Imagem
Fabrício uniu donos de Marea, Tempra, Palio e Brava no Fiat Clube





Responder

Voltar para “Na Mídia”