Anúncios

[DICA] - Quer comprar um carro? Vai comprar um carro? Veja essas.....

Lista de discussão dos amantes do Chevrolet Corsa de todo o Brasil. Atualidades, curiosidades, dicas, informações, e outras coisas mais sobre o nosso querido carro.
Moderadores: Organizadores do Fórum, Administradores
Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4062
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Mensagem por Bange »

Pessoal,

A ideia é criar uma lista, ou "receita de bolo", com itens a serem verificados em uma compra de carro de segunda mão em diante.

Não se leva paquímetro ou qualquer outra ferramenta na hora da compra, até porque o vendedor não permitiria uma avaliação incursiva, então as avaliações devem ser simples e objetivas, buscando eliminar o maior número de problemas futuros ou ao menos conhecer os impactos de suas consequências...

Depois das discussões, vamos fazer um apanhado razoável e a moderação retira os "trololós" desnecessários OK?

Vamos começar pelo primeiro visual, que é a carroceria...

Pintura:
Deve ser homogênea, sem aparência de retoques que podem esconder originalmente pequenos arranhões ou batidas mais sérias. Presença de tinta nas borrachas dos vidros e acabamentos de plástico, lanternas etc... são indicadores de que o carro já foi ao menos retocado.

Superfície da lataria e alinhamento das partes:
Carro que nunca foi batido tem a superfície lisa e uniforme... sem calombos ou ondulações que indicam trabalhos de desempeno ou erros de lixamento da massa plástica (Plastic, Iberê, etc.). Um pequeno imã pode revelar excesso desse material no reparo de cantos como final do baú das rodas, colunas, união de pisos com colunas, cantos do porta-malas etc... Desalinhamento de para-choques, para-lamas, capot, portas, tinta marcada nas cabeças de parafusos, etc... indicam já ter ocorrido algo de errado...

Empresas ou avaliadores profissionais, utilizam uma caneta que sinaliza a espessura da tinta e qualquer diferença é percebida...

...continua...


Anúncios

Avatar do usuário
JFaria
:: Joy ::
Mensagens: 2774
Registrado em: Quarta-feira 28 2012f Novembro 2012 10:16:33 AM
Localização: São José dos Campos - SP
Modelo do veiculo: CORSA WIND 1.0 MPFI 2P
Ano de fabricação: 1998

Mensagem por JFaria »

Bem minha cara, sou muito detalhista...percebo rapidamente se o carro já foi batido, retocado, etc...
Tenho um amigo lojista que até fica bravo comigo quando passo em sua loja e fico colocando defeito nos carros. :lol:

Mas é uma ótima ferramenta para o pessoal que vai comprar ou trocar de carro.

Abraços!


Anúncios

Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4062
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Mensagem por Bange »

Pintura estufada, oca e/ou quebradiça é quase certo de ferrugem por baixo...

Simetria:
Observar a simetria do lado direito e esquerdo, pode ser uma maneira de detetar um para-choque deslocado, um capot torto, idem para tampa da mala, um farol ou lanterna com coloração alterada...são indícios de que já foram mexidos ou trocados.

Observe o carro no plano, pois a altura da carroceria em relação ao solo deve ser uniforme e alterações podem indicar que o chassis, longarinas ou o monobloco (depende do carro), está torto por alguma batida. Não confundir com carros rebaixados, mas se estão rebaixados é porque foram alterados e via de regra estão com o cárter amassado, escapamento idem, fundo arranhado...e outros problemas oriundos do rebaixamento x nossas ruas e rodovias...

Se alguém tiver algo mais para acrescentar, pode fazer, pois já vou passar para dentro do carro...


Anúncios

Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4062
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Mensagem por Bange »

O interior (habitáculo) do carro:
Se o carro já estiver destrancado, abra todas as portas, isto permite mais claridade e melhor visão do interior...comece pela observação de pedais e tapetes... não faz muito sentido em carro semi novo ter estes itens muito desgastados, assim como volante corroído ou escamado, cintos de segurança poídos... os cintos traseiros normalmente não são usados e ficam até debaixo dos bancos, mas devem existir e serem funcionais.

Levante os tapetes e inspecione a conservação, cor, umidade ou cheiro desagradável no carpete...característico de carros sem boa vedação nas portas, vidros ou que já foi vítima de enchentes...

Observe o acabamento/conservação/cor de todos os bancos (material e costuras).
Teste as funcionalidades manuais ou elétricas dos bancos (reclinar, mover frente/trás, altura, etc.).
Verifique e teste a possível articulação do banco e encosto traseiro para ampliação do espaço do porta-malas.
Para-sol e acabamento das portas, assim como a boa fixação dos mesmos e de alguns itens como porta objetos, alto-falantes etc...

Observe o correto fechamento e trancamento manual de cada porta, tanto por fora como por dentro e o fechamento dos vidros para o caso de manual.

Sente ao volante e teste todos os itens elétricos (os que existirem...alguns dependem do acionamento da chave), espelhos, vidros, trancas, teto solar, esguicho d'água, limpadores dos vidros (dianteiro/traseiro), internas, lanternas*, faróis* (alto/baixo/auxiliares), setas*, pisca alerta*, rádio/qualidade do som/alto-falantes, ventilação (e difusores)...luzes dos painéis de instrumentos, do AC, do porta-luvas, buzina, etc...
(*) requer confirmação externa

Ao acionar a chave, verifique as luzes de advertência ou segurança e indicadoras de operação (as que existirem de acordo com o carro/modelo)...freio de mão/nível do óleo do freio, pressão do óleo do motor, injeção eletrônica, porta aberta, cintos de segurança, ABS, farol alto/baixo, luz de neblina, desembaçador, AC, etc...

Alarme tem várias funcionalidades, seja original ou colocado, para testar é complicado, mas fique dentro do carro, acione o alarme e tente abrir uma porta...normalmente ele deve acionar

Opcionais são interessantes e bem valorizados por vendedores, mas cabe ao comprador aceitá-los, negociar preço ou sua retirada.

Todo carro deve ter o manual do usuário e nele vc. pode tirar dúvidas ou conclusões de funcionamento ou itens que acompanham o veículo.

Observação geral:
Leve o tempo que precisar e questione tudo ao vendedor, pois o que for reclamado após a compra, mesmo dentro da garantia implícita ou explícita, é no mínimo uma apurrinhação... o vendedor pode recuperar antes da venda (ideal), se comprometer em corrigir (duvidoso), ou não admitir e neste último lhe dá a chance para barganhar descontos...após isso é o comprador que assume os custos.

Esqueci alguma coisa???? Vamos passar para o porta-malas??


Anúncios

Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4062
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Mensagem por Bange »

O porta-malas:
Inspecionar o porta-malas é tão importante quanto o habitáculo do veículo, pois ele também sinaliza problemas anteriores ou capricho do antigo proprietário...

Existem porta-malas onde o pneu sobressalente repousa em seu interior de modo deitado ou em pé e outros que são posicionados abaixo deste (por fora). Este 5° pneu, em bom estado, é uma garantia de que o motorista seguirá viajem após uma eventual troca, portanto ele deve conservar as mesmas características de rodagem* dos que estão em uso. Assim como o 5° pneu, também faz parte do veículo o kit para substituição (o famoso macaco e a chave de roda), que são guardados, via de regra, juntos.

(*) Característica de rodagem são aquelas sujeitas a fiscalização e/ou de segurança. Ex: profundidade mínima do sulco em qualquer parte da banda de rodagem igual a 1,6mm, calibragem adequada ao pneu ou de acordo com o fabricante do veículo, idade, etc...

Levante o carpete, ou a cobertura existente, e o pneu... inspecione eventuais amassados, ondulações, ferrugem, áreas visivelmente mau pintadas ou com diferenças de cor, tinta em borrachas e fios, em todo o fundo, cantos e nas laterais...existem reparos que ficam perfeitos pelo lado de fora, mas difíceis de serem escondidos pelo lado de dentro devido a vários fatores...aqui também é bom avaliar o cheiro característico da entrada de água, por infiltração ou enchentes.

Inspecionar a tampa também pelo lado de dentro, pois em caso de batidas, os reforços estruturais sinalizam logo, pois irão aparentar alguma solda diferente, emenda, pequeno amassado, diferença na pintura, etc...

Um detalhe que já ocorreu comigo, foi que após inspecionar todo o veículo que pretendia comprar e fechar o negócio com a agência na parte da manhã, fui pegar o carro à tarde e rapidamente voltei a inspecionar a mala, pois achei o estepe muito bom...até melhor do que os que estavam rodando e descobri que não só ele como o tapete (era uma Belina), haviam sido trocados...apesar das tentativas eu não quis explicações, só falei para o vendedor que iria tomar um café e se no meu retorno as peças não estivessem de volta, o negócio estaria desfeito...a peças inspecionadas retornaram e o assunto morreu.

Portanto fiquem alertas para itens soltos como estes e até itens como rádio e acessórios simples, pois pode até nem ser má fé do dono, mas de empregados dele (como foi alegado no meu caso).

Os pneus e rodas:
Embora que normalmente os vendedores digam que "o carro é no estado em que se encontra"...vale a pena inspecionar as características de rodagem* dos pneus, calombos laterais, amassados em rodas de ferro ou liga leve e trincas neste último tipo, pois é extremamente perigoso rodar com tais defeitos, e não lhe restará alternativa a não ser desembolsar mais para substituir os itens problemáticos e isso deve ser levado em consideração na hora da compra, não só pelo fato da segurança, mas porque também poderá ser reprovado na vistoria do Detran.

Poucos sabem que o pneu tem estampado na sua lateral, o código DOT (do inglês, Department of Transportation), e nele constam várias informações como a data em que ele foi fabricado na forma semana do ano e ano de fabricação. Portanto, se o carro de sua intenção de compra tiver menos de 40.000K, os pneus (principalmente o estepe), devem ter a data de fabricação antes da do carro (porém próxima), caso contrário, tem algo de errado...

Para carros com maior quilometragem, esta relação fica complicada, só restando avaliar seu estado.

Pneus com a banda de rodagem desgastadas irregularmente, sinalizam problemas como falta de balanceamento, falta de alinhamento ou cambagem, monobloco ou longarina ou chassis tortos, amortecedores vencidos e em última análise defeito no próprio pneu. Memorize bem os pneus e seu estado, pois trocas por outros em piores situações não são raras...


E aí? Algo mais a acrescentar ou já podemos ligar o motor?


Anúncios

Avatar do usuário
awaked
:: Moderador ::
Mensagens: 10832
Registrado em: Terça-feira 01 2011f Março 2011 02:26:17 PM
Localização: Curitiba - PR
Modelo do veiculo: CORSA HATCH MAXX 1.4 ECONOFLEX
Ano de fabricação: 2011

Mensagem por awaked »

Eu gosto de observar arrefecimento.

Você olha o reservatório. Se for novinho (bem branco) e o líquido estiver de cor bem viva eu desconfio. Algo foi feito. Será que usava aditivo antes?

Se estiver completamente sujo o reservatório eu já descarto. O pior que pode acontecer é comprar um carro e ter que tirar o cabeçote porque a junta está podre.

Se o reservatório estiver amarelado (mas limpo), com aditivo... aí sim. É esse.

Sempre lembrando que seminovos não teriam razões pra terem fuçado no arrefecimento.


Anúncios

Bange
:: Moderador ::
Mensagens: 4062
Registrado em: Terça-feira 29 2013f Outubro 2013 06:47:34 PM
Localização: Rio de Janeiro - RJ
Modelo do veiculo: CORSA WAGON GLS 1.6 MPFI
Ano de fabricação: 1997

Mensagem por Bange »

Bem lembrado awaked, mas dentro da minha sequência o arrefecimento tá mais adiante e vou lembrar de suas observações bem colocadas para o item.


Anúncios

Avatar do usuário
L U C I A N O
:: Classic ::
Mensagens: 1330
Registrado em: Sexta-feira 02 2009f Outubro 2009 01:38:41 PM
Localização: Belo Horizonte - MG
Modelo do veiculo: CORSA SEDAN PREMIUM 1.4 ECONOFLEX
Ano de fabricação: 2011
Contato:

Mensagem por L U C I A N O »

awaked escreveu:Eu gosto de observar arrefecimento.

Você olha o reservatório. Se for novinho (bem branco) e o líquido estiver de cor bem viva eu desconfio. Algo foi feito. Será que usava aditivo antes?

Se estiver completamente sujo o reservatório eu já descarto. O pior que pode acontecer é comprar um carro e ter que tirar o cabeçote porque a junta está podre.

Se o reservatório estiver amarelado (mas limpo), com aditivo... aí sim. É esse.

Sempre lembrando que seminovos não teriam razões pra terem fuçado no arrefecimento.
Também reparei isso no meu quando comprei. O reservatório de expansão estava com liquido que sai de fábrica.

O reservatório é original e o liquido está na coloração não viva, mas não estava sujo. Ou seja, um carro 2011/2012 que nunca foi mexido.

Outra coisa que eu olho são os parafusos que originalmente são pintados. Na frente do carro, por exemplo. Se estiverem sem a tinta é indicio que o carro sofreu uma pancada forte e teve que ser mexido.

Também olho as marcações de tinta feitos pela montadora e estado da parte inferior do veículo pra ver se não tem amassados....


Ex-Classic 2008 "pé de boi" motor de 1L (deixou saudades)
Ex- Corsa C Sedan "motor" de 1,4L (não deixou saudades)
Ex-Fiesta Sedan motor de 1,6L (bom, porém sedã compacto popular não mais).
Anúncios

Responder

Voltar para “Corsa Clube List”